quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Jericho Jones - Junkies, Monkeys & Donkeys (1971) [Israel]



A banda Jericho Jones, originária de Israel, apesar de uma pequena discografia, teve três nomes durante sua existência. Eles iniciaram suas atividades ainda em Israel em meados de 1968 com o nome de The Churchills. Com o objetivo de se projetar no cenário roqueiro, a banda tomou duas ati tudes: primeiro, mudou-se para a Inglaterra; segundo, trocou o nome para Jericho Jones, pois The Churchills poderia não ser tão bem aceito na Inglaterra, terra de Wilston Churchill. Os músicos eram Alain Romano (Guitarra), Mike Gabrielle (Baixo), Robb Huxley (guitarra), Danny Shoshan (Vocal) e Ami Criebich (bateria). Com este nome e formação, a banda iníciou sua carreira discográfica com o excelente álbum Junkies, Monkeys & Donkeys, de 1971. O álbum é uma mistura de hard rock com alguns momentos que lembram o psicodelismo do final dos anos 60. Destacando a faixa-título, Junkies, Monkeys & Donkeys, enigmática, progressiva, lembrando inevitavelmente Led Zeppelin. A primeira faixa é More Tranquilitatas, cujo trabalho instrumental é o grande destaque. A faixa começa numa levada pop da época, dando a impressão de que o álbum irá seguir esta linha. Em seguida, Main in the Crowd mostra a que veio o Jericho. Faixa pesada, com grande trabalho de guitarra, enfim, puro hard rock da melhor safra. A música seguinte, There is Always a Train prova que o disco realmente é muito bom. Com um belo dueto vocal, violões e guitarras bem dosadas. A faixa seguinte, Yellow and Blue, é uma balada que neste momento cai muito bem e serve de aperitivo para o restante do álbum. O início da próxima faixa, Freedom, lembra bastante o ritmo de Cocaine de J.J. Cale e gravada também por Eric Clapton. Segue-se a instrumental Triangulum e a óti ma No School To-Day. O disco, com dez canções, chega ao final com a melhor faixa da obra. Chamada What Have We Got to Lose é uma música ótima, combinação de peso, melodia e um grande instrumental. O Jericho Jones (ou Jericho) pode não ter alcançado um grande sucesso em sua época, mas é inegável sua qualidade, estilo próprio e grande capacidade de criar grandes canções. Mesmo ouvindo várias bandas da época, seguramente podemos classificar o Jericho como uma das melhores bandas de rock pesado. Sua força instrumental é fantástica, além de contar com um vocalista excelente. Muitos anos depois Danny Shoshan voltou às atividades, mantendo um trio de blues, lançando discos e tocando em bares por seu país natal.

Fonte: Livro - Rock Raro - O Maravilhoso e deconhecido mundo do rock

1.Mare Tranquilitatas (2:20)
2.Man in the Crowd (3:16)
3.There is Always a Train (6:32)
4.Yellow and Blue (5:12)
5.Freedom (3:47)
6.Triangulum (0:47)
7.No School to Day (5:51)
8.Junkies, Monkeys & Donkeys (7:45)
9.Time is Now (3:00)
10.What Have We Get to Lose (4:26)

Download: http://www.megaupload.com/?d=7ZNUTZ8M

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...