quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Steve Howe - Beginnings (1976) [U.K]



Em 1975 o Yes já tinha escrito seu nome como um das grandes bandas da década,com trabalhos como Close to the Edge, Fragile, Relayer, etc.Vindo,sem pausas,desde 1969 gravando ao menos um álbum por ano e aí incluem-se trabalhos extremamente complexos como o Tales from Topographic Oceans,Close to the edge,etc,o Yes retornaria para sua maior tour americana em 1976, terminando este mesmo ano sendo proclamado a maior banda do mundo pela prestigiosa revista Melody Maker. Entre esse período, os integrantes partem para seus próprios projetos pessoais, Anderson grava Olias of a Sunhillow, Squire grava Fish out of water, Moraz grava The story of I, White vem com Ramshackled e Howe nos apresenta esse grande trabalho denominado Beginnings.
Neste seu primeiro disco solo, Howe conta com a participação de alguns convidados, incluindo aí seus parceiros de banda Alan White e Patrick Moraz. O destaque vai para a faixa título, que é certamente uma das mais belas composições já criadas por Howe, flertando muito de perto com a música erudita a faixa é uma rica peça que vai se desenvolvendo ao som do violão, violino, viola, cello, fagote, flauta e oboé. Ram é uma peça acústica que nos lembra um pouco a sua clássica The Clap. O trabalho segue ao som de baladas suaves e muito melódicas como Pleasure stole the night e Break away from it all. Muito contestado por cantar em todas as faixas não instrumentais desse disco,alguns acham que esse trabalho ficaria ainda melhor caso um vocalista fosse convidado.Realmente não há como contestar que a voz de Howe seja seu ponto fraco, mas em que pese sua limitação como vocalista, esse trabalho sem dúvida marcou época,em que os integrantes do Yes resolveram pela primeira vez embarcar em projetos solos e vindo de um período de ouro não só para a banda como para todo o Rock Progressivo mundial,que foi a primeira metade dos anos setenta. Apesar de seu grande trabalho solo ser seu segundo disco, o excelente The Steve Howe Album, Beginnings também é um trabalho cheio de belas nuances e que pode ser reconhecido como um belo começo para um dos mais talentosos guitarristas de rock todos os tempos.

1.Doors Of Sleep (4:06)
2.Australia (4:14)
3.The Nature Of The Sea (3:54)
4.Lost Symphony(4:38)
5.Beginnings (7:29)
6.Will O' The Wisp (5:59)
7.Ram (1:52)
8.Pleasure Stole The Night (2:53)
9.Break Away From It All (4:20)

Download: http://www.megaupload.com/?d=89M0KB1I

Um comentário:

  1. Cara! Há anos ando atrás deste disco. Valeu!
    Não havia tido oportunidade de visitar seu blog antes, mas já virei seguidor.
    Obrigado pela postagem!!!
    Abraços.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...