terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Fat Mattress - Fat Mattress (1969) [U.K]



Ser um dos três elos de um dos melhores power trios da história pode bastar para um músico? Para alguns, talvez, mas não para Noel Redding, baixista do The Jimi Hendrix Experience, que ao mesmo tempo em que excursionava com os amigos Jimi e Mitch Mitchell (data exata: 1968) encontrou tempo livre para montar um projeto paralelo, o Fat Mattress.
Jimi Hendrix chegou à Inglaterra em 1966 junto com seu manager, Chas Chandler, e logo foi atrás de bons músicos para formar o Experience. Mitch Mitchell foi o escolhido para a bateria. Originalmente, Noel se considerava (e era) um guitarrista, porém teve o azar (ou tremenda sorte) de ser contratado para tocar com o deus da guitarra, cabendo-lhe então a missão de assumir o baixo do trio.
Reza a lenda que quando apresentado a Jimi, durante a montagem da banda por Chas Chandler (empresário e ex-baxista do Animal), Noel Redding disse que gostaria muito de continuar tocando guitarra. Jimi Hendrix apenas sorriu e comentou que seria melhor Noel ficar com o baixo, pois ele também gostaria de “assumir” a guitarra do trio. Podem imaginar a cena?
Entre 12 de maio de 1967 e 16 de setembro de 1968, o Jimi Hendrix Experience colocou nas lojas três discos: “Are You Experienced”, “Axis: Bold as Love” e “Electric Ladyland”; E foi em 1968 também que Noel decidiu dar asas ao seu projeto paralelo, o Fat Mattress, assumindo a guitarra e tendo como companheiros Eric Dillon na bateria, Neil Landon nos vocais e Jimmy Leverton no baixo.
Para compensar a sua vontade de liderar uma banda como guitarrista principal, Noel insistiu em manter o Fat Mattress na ativa, e até conseguiu alcançar relativa notoriedade, mas que não era praticamente nada perto do que representa seu trio original ao lado de Hendrix e Mitchel. Muitas vezes as turnês e atividades paralelas coincidiam, fato este que gerava sempre algum desgaste com a banda principal.
“Fat Mattress”, o álbum homônimo, foi gravado e produzido pela própria banda em 1969 e lançado no mesmo ano pela Polydor Records alcançando um relativo sucesso comercial (bateu no posto 134 do Top 200 da parada norte-americana). Com sua própria banda, Noel aposta em um som mais calmo do que o praticado pelo Jimi Hendrix Experience, chegando a lembrar algo de Byrds, Buffalo Springfield, Traffic e Small Faces.
Basicamente composto por Noel Redding, que assina grande parte das músicas, o disco apresenta em sua maioria das faixas boas canções como “I Don’t Mind”, um som bem típico dos anos 60 na linha de Animals e algumas coisas dos Stones, e “Magic Forest”, único single do álbum. Interessante que o desejo realizado de Noel assumir a posição de guitarrista em uma banda não se transformou em peripécias no instrumento.
“Bright New Way” é uma balada muito bonita e do lado B surge “Everything’s Blue”, um típico número praticado pelas bandas psicodélicas da época, gente como KAK e Kaleidoscope, entre outras. Mitch Mitchell toca bateria e percussão em “How Can I Live”, que também conta com Jimi Hendrix nos batuques. A formação para este primeiro disco ainda contava com a participação – como convidado –mais que especial do flautista da ótima banda Traffic, Chris Wood, em “All Night Drinker”.


1.All Night Drinker 3:18
2.I Don't Mind 3:51
3.Bright New Day 3:48
4.Petrol Pump Assistant 3:01
5.Mr. Moonshine 4:04
6.Magic Forest 3:05
7.She Came in the Morning 3:47
8.Everything Blue Redding 2:50
9.Walking Throug a Garden 4:20
10.How Can I Live 4:26


Download:

2 comentários:

  1. Ola, não esta sendo possivel fazer este download, aparece "link quebrado". Daria para corrigir?
    Obrigado!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...