terça-feira, 8 de setembro de 2009

Jacula - In Cauda Semper Stat Venenum (1969) [Italy]



Jacula é único. Imagine um grupo muito original que, em parte devido à sua enorme obscuridade na época, praticamente não tenha exercido influência alguma; este é o caso do Jacula. Atualmente, discos originais do grupo ainda são difíceis de encontrar, porém estamos longe da raridade inicial. Ademais, ele se tornou lendário, provavelmente sendo hoje o mais famoso exemplo de grupo satânico no meio progressivo. Este excêntrico aspecto do grupo é confirmado não só pelo sombrio e sinistro clima de suas composições, mas também pelas letras, encartes e depoimentos de Anthony Bartoccetti, fundador e compositor do grupo.
Creio que este fato seja de importância para se entender Jacula, contudo o âmago da questão é outro e diz respeito somente à arte.
In Cauda Semper Stat Venenum, ao contrário do que alguns podem achar, é o primeiro disco do grupo. Ele foi concluído em 1969 e sua distribruição original se limitou a 300 cópias que não foram vendidas comercialmente. Por isto, Tardo pede in magiam versus, o disco seguinte, é usualmente considerado o primeiro e, no encarte do relaçamento do In Cauda... pela Black Widow, em 2001, este é classificado como "volume zero".
Esqueça virtuosismo assim como complexas ou intrincadas composições, pois tais atributos não se aplicam ao presente disco. Espere por originalidade acompanhada por uma atmosfera densa, forte e funesta. Em geral, as composições são centradas no orgão de igreja, sendo este o principal responsável pela melodia. Este instrumento isoladamente já dá muito peso à música, mas adicione ao quadro as graves, fortes e opressivas batidas do tímpano; alguns misteriosos efeitos especiais; uma ocasional distorcida e agressiva guitarra que não poderia ser assim tocada em 1969 --- pois seu estilo de distorção e técnica mais lembram o metal de hoje em dia! ---; e junte tudo isto às eventuais aparições do grave e sério vocal de Bartoccetti recitando profanos versos em italiano.
Cada faixa é composta por um tema musical que é contínua e lentamente variado. Os temas de Triumphatus Sad e Initiatjo diferem razoavelmente dos demais. A primeira citada é a única música onde a guitarra se torna um instrumento central e é, naturalmente, a única onde predomina o lado agressivo sobre o soturno. Em Initiatjo, orgão, piano (não oficialmente creditado), tímpanos e efeitos se unem a agudos, suaves e fantasmagóricos vocais, os quais não são de Bartoccetti. Este trabalho me transmite que um espírito foi atraído pela música e resolveu a acompanhar.
In Cauda Semper Stat Venenum costuma ser tão elogiado quanto o Tardo pede in magiam versus e o considero muito melhor que o Anno Demoni, disco que deveria ser creditado ao grupo Antonius Rex, a segunda versão do Jacula.

1.Ajtus (4:06)
2.Magister Dixit (10:30)
3.Triumphatus Sad. (3:35)
4.Veneficium (2:21)
5.Initiatjo (6:49)
6.In Cauda Semper Stat Venenum (10:05)


Download: http://rapidshare.com/files/78027896/JICSSV69.rar

2 comentários:

  1. Essa banda é realmente muito boa. Obrogado pelas informações. Achei este artigo enquanto escutava a banda e queria saber mais sobre a mesma.

    ResponderExcluir
  2. otima banda precisa-se gostar do estilo meio dark da band para conseguir apreciar totalmente as musicas recomendadissimo para quem gosta do estilo.
    viva ao progrock italiano e che venga in cauda ser...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...