terça-feira, 30 de junho de 2009

Renaissance - Ashes Are Burning (1973) [U.K]



Este disco é o 4º do Renaissance, porém é o 2º com a formação clássica. Trata-se de um excelente trabalho de rock sinfônico, a onde o vocal de Annie Haslam chama muita atenção pela beleza e técnica, mas o trabalho instrumental não fica para trás, acordes muito bem elaborados com a utilização da bateria como instrumento de conotação altamente melódica, utilização consistente do violão, e a presença magistral tanto do piano quanto do baixo, e um complemento orquestral sob medida (vale salientar que neste disco a guitarra não é explorada, com excessão de "Ashes are Burning", aliás, nos discos seguintes seria abdicado o uso da guitarra). Este disco não possui música ruim, no entanto os destaques vão para as faixas:
"Can you understand?", "Ashes are Burning" ambas com mais de nove minutos de duração e extremamente bonitas e complexas, "The Harbour"(a música na realidade é um refêrencia explícita de Débussy), e a balada mais conhecida do Renaissance, "Let it grow". Neste disco o trabalho de baking vocal é tímido, o que seria bem mais explorado nos discos seguintes "Turn of the cards" e "Sherazade and others stories". Um extraordinário trabalho de uma extraordinária banda, que é considerada por muitos um dos pilares do progressivo britânico.

1.Can You Understand
2.Let It Grow
3.On The Frontier
4.Carpet Of The Sun
5.The Harbour
6.Ashes Are Burning

Download: http://rapidshare.com/#!download|886tl3|360898748|renashes.rar|78164

3 comentários:

  1. Meu segundo predileto do Renaissance(o primeiro é o "Prolegue"). E como não sou tão progressivo, minha preferida é "Let it Grow".

    Roderick Verden

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...