terça-feira, 26 de maio de 2009

Ain Soph - A Story Of Mysterious Forest (1980) [Japan]



Ain Soph é uma banda japonesa que surgiu do núcleo da extinta Tenchi Sozo, influenciada por Hatfield & the North, Soft Machine e Camel, que teve um CD postumamente lançado em 1991 intitulado Ride on a Camel. Desta banda sairiam Yozok Yamamoto, Masahiro Torigaki e Hiroshi Natori. A estes se juntou um músico bastante talentoso, o tecladista Masey Hattori e estava formado o Ain Soph.
A Story Of Mysterious Forest é o primeiro disco, alternando momentos sinfônicos, space rock ou fazendo um jazz-rock intrincado, sofisticado, contemplado com boas doses de virtuosismo e bom gosto. Os teclados e sintetizadores são predominantes, a música leva a comparações principalmente com Return To Forever, ainda com Mahavishnu Orchestra, UK ou Happy The Man, mas na minha opinião ainda não chega a ser tão boa quanto qualquer destas bandas.
Crossfire abre o disco com fusion primoroso, o primeiro solo é de guitarra mas o que realmente brilha são os solos de teclados, além da bateria e baixo.
Interlude I apresenta uma breve e bela peça executada apenas pela guitarra acústica de Yozok Yamamoto.
A próxima faixa, Natural Selection, é mais sinfônica e progressiva. Particularmente não aprecio muito os timbres de guitarra utilizados no disco, principalmente nesta música mais etérea, além de faltar a Yozok Yamamoto, mesmo sendo bastante veloz, a pegada, fluidez e fraseado para ter técnica mais precisa e melhor domínio do instrumento. No entanto, é fácil dar um desconto devido à época, Al Di Meola só existe um.
Variations On A Theme By Brian Smith é uma das melhores músicas do disco, uma introdução de piano bastante jazzística seguida por um fusion cheio de variações rítmicas, tema místico e passagens de guitarras acústicas no estilo de Return To Forever de Chick Corea, sensacional.
Na maravilhosa A Story Of Mysterious Forest, Masey Hattori usa uma vasta gama de sons que vão de mellotrons, sintetizadores, cravo, hammond. Uma viagem progressiva de quase 20 minutos passando por momentos de serenidade ou de jams progresivas para atingir um clima épico e emotivo, culminando em um final irresistível.
Fechando o disco, Interlude II é outra peça para violão solo.
Um disco de sonoridade muito bela..

1.Crossfire (2:54)
2.Interlude I (1:30)
3.Natural Selection (8:10)
4.Variations on a Theme by Brian Smith (9:44)
5.A Story of Mysterious Forest (18:47)
a)Awakening
b)Longing-Whith the Wind
c)Mysterious Forest
d)Passion
e)Deep Sleep
f)Darkness
g)Dance
h)Misfortune
i)Mysterious Forest
j)Awakening
6.Interlude II (0:33)

Download Parte1: http://rapidshare.com/files/195399098/ASASMF80.part1.rar

Download Parte2: http://rapidshare.com/files/195401245/ASASMF80.part2.rar

Passworld: FEB

Um comentário:

  1. Sensacional, fantástico....
    É um daqueles álbums que, se ainda exisitisse vitrola iria estar gasto de tanto tocar...

    Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...